Inicio / Respostas Sociais / Serviço de Apoio Domiciliário

Serviço de Apoio Domiciliário


Nos dias de hoje, e face às exigências impostas pela sociedade, as famílias são frequentemente confrontadas com situações às quais, por motivos de ordem pessoal ou profissional, não conseguem dar resposta. É em função destas contingências que a Fundação Betânia pretende ajudar a suprimir tais carências, assumindo-se como mais um elemento da família, atuando com elevados padrões de exigência e profissionalismo e respeitando sempre cada utente como um ser único e especial.


A sua casa ou a do seu ente querido pode ser mais que uma coleção de memórias e bens de elevado valor afetivo, pode ser também um lugar seguro, confiante e com todos os recursos que lhe permitem caminhar pela vida com menos sofrimento e maior sensação de bem-estar. A Fundação Betânia preocupa-se com as relações entre todos os que participam direta ou indiretamente na vida dos seus utentes.

 

Serviços Prestados

  • Cuidados de higiene
  • Conforto pessoal
  • Pequenas arrumações
  • Tratamento de roupas
  • Distribuição de refeições
  • Assistência à locomoção
  • Acompanhamento social
  • Administração terapêutica
  • Acompanhamento social
  • Recuperação e reintegração

 

Envelhecimento ativo

Atividades motoras

O envelhecimento ativo significa também desenvolver a capacidade dos idosos para manter a autonomia o máximo de tempo possível.

Melhores perspetivas depois da reforma

Tirar mais e não menos partido da vida à medida que se envelhece, tanto no trabalho como em casa ou na comunidade.

Valorizar a experiência

Todos podem continuar a desempenhar um papel na sociedade e a usufruir de uma boa qualidade de vida.

 

Desenvolvimento local

Promoção do lazer

Aproximar o idoso à satisfação da vida familiar, amorosa, social e ambiental e na própria estética existencial muitas vezes afastada pelas diligencias da vida.

Participação social

É a partir da inclusão social que se pode contar com pessoas solidárias, cordiais e conectadas com tudo e todos. É neste marco que se pode resgatar o ser idoso como valor para a sociedade.

Integração na sociedade

Dotar os nossos idosos em áreas como a (ciência & tecnologia) com uma percepção das suas necessidades específicas.

 

Qualidade de vida

Atividades diárias

Manter o idoso ativo, promovendo algumas atividades diárias de forma a que exista uma sensação de capacidade de mobilidade permanente.

Comunicação

Manter o idoso no seu habitat natural, minimizando o transtorno da mudança repentina para outro meio.

Bem-estar

Acompanhamento médico permanente, vigilância continua a problemas de saúde frequentes, proporcionando ao idoso e familiares uma segurança acrescida.

 

Autonomia

Respeito pelo máximo de autonomia

Os idosos devem ter preservada a garantia do reconhecimento à sua autonomia.Às convicções pessoais do idoso merecem ser respeitadas. O importante é avaliar o grau de capacidade que a pessoa tem para tomar suas decisões.

Registar as preferências individuais

O fundamental é reconhecer que o simples fato de ser velho não impede o indivíduo de tomar suas decisões e exercer plenamente a sua vontade pessoal, baseado em seus valores.

Fomentar a autonomia controlada

Vigiar as atividades e as saídas de forma a precaver quedas ou outros acidentes.